UNIFEI - Campus 1: Itajubá PPG - Programas de Pós Graduação Teses
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.unifei.edu.br/jspui/handle/123456789/1518
Tipo: Tese
Título: Síntese e avaliação de partículas de vidro boro-alumínio-silicato obtidas por pirólise do aerosol gerado por ultrassom para emprego em resinas odontológicas fotocuráveis.
Autor(es): SILVA, Lidiane Gomes da
Abstract: Neste trabalho foi desenvolvida uma carga inorgânica para a formação de resinas compostas dentárias, com um sistema próprio de produção. A resina composta dentária é formada por duas partes, uma orgânica e uma inorgânica. A parte orgânica pode ser formada pela mistura dos reagentes Bis-GMA (Bisfenol-A Glicidil Metacrilato) e UDMA (Uretano Dimetacrilato). A carga inorgânica pode ser de quartzo ou silicatos, vidros em geral, agregando a resina composta propriedades mecânicas desejáveis, em que morfologia destas partículas influencia nestas propriedades. Relatos da literatura mostram que geometrias esféricas facilitam o processo de acomodação dos materiais diminuindo problemas com a resistência mecânica. Com esta finalidade desenvolveu-se um sistema de produção de partículas através da nebulização ultrassônica de uma solução precursora (produzida via método sol-gel). Esta névoa passa por um turbo de quartzo com duas zonas de aquecimento, com a coleta final do material feita pelo borbulhamento da névoa em água destilada. Os padrões experimentais: vazão do ar de arraste (L/min) e temperatura das zonas de aquecimento; variaram a fim de se obter partículas de tamanhos diferentes. A solução para a nebulização foi obtida da solubilização de um gel de partículas do sistema Al₂O₃.0,5B₂O₃.SiO₂ em água destilada na concentração de 0,5g/mL. As zonas de aquecimento foram de 900°C e 600°C, com vazões de ar de 1,5L/min e 3,0L/min. As partículas produzidas tiveram morfologia esférica, maciças e de caráter vítreo comprovado. Estas partículas foram silanizadas com MPTS 10% em massa, em seguida foi obtido a resina composta experimental. Corpos de prova foram foto-polimerizados e submetidos a ensaio mecânico de compressão. A resistência a compressão das resinas compostas do grupo USP foi comparada com a amostras da marca comercial Filtek Supreme-Z250 (3M). Os resultados mostraram que durante o processo de fabricação da resina composta empregando o método de mistura com o planetário houve uma certa rigidez ao componente, e por exigir uma certa fluidez, isto pode ter influenciado nos resultados de resistência a compressão da resina experimental USP.
Citação: SILVA, Lidiane Gomes da. Síntese e avaliação de partículas de vidro boro-alumínio-silicato obtidas por pirólise do aerosol gerado por ultrassom para emprego em resinas odontológicas fotocuráveis. 2017. 113 f. Tese (Doutorado em Materiais para Engenharia) - Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2017.
URI: https://repositorio.unifei.edu.br/jspui/handle/123456789/1518
Data do documento: Abr-2017
Aparece nas coleções:Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_2017016.pdf3,67 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.