DSpace Repository

Contribuição para a adaptação da coordenação de isolamento de Sistemas Solidamente Aterrados para a utilização plena da Bobina de Petersen.

Show simple item record

dc.contributor.author NUNES, Arimatéa Araújo
dc.date.issued 2017-12
dc.identifier.citation NUNES, Arimatéa Araújo. Contribuição para a adaptação da coordenação de isolamento de Sistemas Solidamente Aterrados para a utilização plena da Bobina de Petersen. 2017. 129 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica) – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2017. pt_BR
dc.identifier.uri https://repositorio.unifei.edu.br/jspui/handle/123456789/1119
dc.description.abstract O aterramento por meio de bobina ressonante é uma técnica amplamente utilizada pelas concessionárias de energia elétrica de diversos países europeus. Entretanto, esta é uma tecnologia recente no Brasil. Este tipo de aterramento traz inúmeros benefícios para a rede elétrica, em especial a continuidade do fornecimento mesmo sob falta monofásica e a minimização das correntes de falta. Isto se traduz em melhoria dos índices de qualidade das concessionárias e redução dos riscos materiais e pessoais. Este trabalho apresenta o processo inicial de implantação da bobina ressonante, bem como as adaptações que ocorreram em uma subestação da AES Sul, pioneira no Brasil neste tipo de aterramento em subestações. Esta implantação inicial partiu de sistema solidamente aterrado para um sistema com aterramento ressonante com atuação por 15 segundos durante uma falta monofásica. Em um segundo momento, realizou-se a adaptação para o sistema com aterramento ressonante com atuação por 8 horas ininterruptas sob a mesma condição de defeito. Desta maneira, partindo do conceito a respeito do sistema de aterramento ressonante, são mostrados os modos de operação possíveis de serem utilizados, os benefícios obtidos e as dificuldades encontradas, principalmente relacionadas à coordenação de isolamento durante as adaptações mencionadas. Ainda, foi desenvolvido um método alternativo para redução de custos para a substituição dos para-raios instalados no sistema, devido ao redimensionamento da coordenação de isolamento, apresentando-se uma solução viável técnica e economicamente. Por fim, é possível verificar que os benefícios trazidos por este sistema superam as dificuldades e custos inerentes a sua implementação. Este seria o primeiro passo para uma mudança positiva na concepção do aterramento em subestações no Brasil. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.title Contribuição para a adaptação da coordenação de isolamento de Sistemas Solidamente Aterrados para a utilização plena da Bobina de Petersen. pt_BR
dc.type Tese pt_BR
dc.place Itajubá pt_BR
dc.pages 129 p. pt_BR
dc.keywords.portuguese Aterramento ressonante pt_BR
dc.keywords.portuguese Bobina de Petersen pt_BR
dc.keywords.portuguese Falta fase-terra pt_BR
dc.keywords.portuguese Sobretensão pt_BR
dc.keywords.portuguese Coordenação de isolamento pt_BR
dc.keywords.portuguese Distribuição de energia elétrica pt_BR
dc.keywords.portuguese Para-raios pt_BR
dc.keywords.portuguese Centelhador pt_BR
dc.keywords.english Resonant Grounding pt_BR
dc.keywords.english Petersen coil pt_BR
dc.keywords.english Phase-to-ground fault pt_BR
dc.keywords.english Overvoltage pt_BR
dc.keywords.english Isolation coordination pt_BR
dc.keywords.english Power distribution pt_BR
dc.keywords.english Surge arrester pt_BR
dc.keywords.english Spark gap pt_BR
dc.orientador.principal WANDERLEY NETO, Estácio Tavares
dc.place.presentation Universidade Federal de Itajubá pt_BR
dc.pg.programa Engenharia Elétrica pt_BR
dc.pg.area Sistemas Elétricos de Potência pt_BR
dc.date.available 2018-03-07T20:43:07Z
dc.date.accessioned 2018-03-07T20:43:07Z


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record