DSpace Repository

Análise da variação das respostas dinâmicas em placas retangulares delgadas soldadas.

Show simple item record

dc.contributor.author MACANHAN, Vanessa Bawden de Paula
dc.date.issued 2016-09
dc.identifier.citation MACANHAN, Vanessa Bawden de Paula. Análise da variação das respostas dinâmicas em placas retangulares delgadas soldadas. 2016. 122 f. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2016. pt_BR
dc.identifier.uri https://repositorio.unifei.edu.br/jspui/handle/123456789/603
dc.description.abstract Este trabalho estuda a variação das frequências naturais em placas delgadas de aço inoxidável soldadas, ocasionada por tensões residuais de soldagem. Sabe-se que as tensões residuais de soldagem influenciam significativamente nas respostas dinâmicas de placas delgadas soldadas e, portanto, aprimorar o entendimento deste fenômeno pode culminar, no futuro, no desenvolvimento de um novo método de detecção de tensões residuais de soldagem. Foram realizadas análises experimentais e simulações numéricas, utilizando o método dos elementos finitos, em placas de aço inoxidável AISI316L de 302 x 150,5 milímetros, para duas diferentes espessuras, 2,95 e 6,30 milímetros. Foram realizadas soldas de deposição (bead-on-plate) e soldas de topo, em diferentes energias de soldagem, e as frequências naturais das mesmas foram medidas antes e após as soldagens. Ao se calcular as variações para os seis primeiros modos de vibrar, foi observado que é esperado que as variações das respostas dinâmicas sejam negativas, devido à predominância das tensões residuais de compressão. Detectou-se que as maiores magnitudes ocorrem para o primeiro modo de torção e que as variações para o modo de flexão longitudinal são relativamente próximas de nulo. Variações diferentes das esperadas podem ser indicativas de tensões residuais de soldagem inesperadas ou indesejadas. Observou-se ainda que testes bead-on-plate nem sempre geram maiores variações nas respostas dinâmicas para maiores energias de soldagem, como seria esperado e como ocorre nas juntas soldadas. Ainda, foi detectado que para as mesmas energias e velocidades de soldagem, as variações são maiores para as juntas soldadas que nos testes bead-on-plate. Também se observou que testes bead-on-plate e simulações numéricas nem sempre detectam problemas que são detectáveis nas juntas soldadas, como energia de soldagem insuficiente para penetração total da solda, por exemplo. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.title Análise da variação das respostas dinâmicas em placas retangulares delgadas soldadas. pt_BR
dc.type Tese pt_BR
dc.place Itajubá pt_BR
dc.pages 122 p. pt_BR
dc.keywords.portuguese Placas soldadas pt_BR
dc.keywords.portuguese Frequências naturais pt_BR
dc.keywords.portuguese Tensões residuais pt_BR
dc.keywords.portuguese Método dos elementos finitos pt_BR
dc.keywords.english Welded plates pt_BR
dc.keywords.english Natural frequencies pt_BR
dc.keywords.english Residual stress pt_BR
dc.keywords.english Finite Element Method pt_BR
dc.orientador.principal CORREA, Edmilson Otoni
dc.place.presentation Universidade Federal de Itajubá pt_BR
dc.pg.programa Engenharia Mecânica pt_BR
dc.pg.area Projeto, Materiais e Processos pt_BR
dc.date.available 2016-11-23T16:57:29Z
dc.date.accessioned 2016-11-23T16:57:29Z


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record